Fone: (31) 3264-3007
Fone/Fax: (31) 3264-3315
Email:contato@vanessalonde.com.br
Av. do Contorno, 4747 cj. 907
Bairro: Funcionários
Belo Horizonte - MG
Ginecomastia

O que é ginecomastia?
A ginecomastia é o desenvolvimento de glândulas mamárias excessivamente grandes em homens, resultando no aumento do peito, que algumas vezes pode provocar a secreção de leite. Em adolescentes a ginecomastia é geralmente fonte de desconforto psicológico, porém na grande maioria de garotos a ginecomastia é decorrente de obesidade e a desenvolvimento das mamas diminui ou desaparece em alguns anos. As causas da ginecomastia comum são incertas, porém ela é geralmente atribuída ao desequilíbrio de hormônios sexuais. A proeminência da mama pode resultar em hipertrofia do tecido do peito e adiposidade na região, sendo tipicamente uma combinação dos dois.

Causas da ginecomastia
Muitos casos de ginecomastia são idiopáticos, o que significa que não têm causa clara. Causas patológicas potenciais da ginecomastia são:
* medicamentos incluindo hormônios,
* elevação no estrogênio sérico,
* diminuição na produção de testosterona,
* defeitos no receptor de andrógenos,
* doença crônica nos rins,
* doença crônica no fígado,
* AIDS e outras doenças crônicas.
 
Medicamentos causam 10-20% dos casos de ginecomastia em adultos. Alguns agem diretamente no tecido da mama, enquanto outros ocasionam o aumento na secreção de prolactina. Androstenediona, usada muitas vezes como doping para aumento de massa corporal, pode ocasionar aumento da mama decorrente do excesso da atividade do estrogênio. Medicamentos usados no tratamento do câncer de próstata também podem causar ginecomastia. Acredita-se que o consumo de maconha seja uma possível causa de ginecomastia, porém os dados são contraditórios. Embora a parada na ingestão desses medicamentos possa ocasionar a regressão da ginecomastia, cirurgia algumas vezes é necessária para eliminá-la.

A elevação nos níveis de estrogênio pode ocorrer em certos tipos de tumores nos testículos e em pessoas com hipertiroidismo. Certos tumores adrenais causam elevados níveis de androstenediona a qual é convertida em uma forma de estrogênio. Outros tumores que secretam hCG também podem elevar os níveis de estrogênio. A diminuição na limpeza do estrogênio pode ocorrer quando há doenças no fígado, e isso pode causar ginecomastia quando há cirrose hepática. Obesidade também tende a aumentar os níveis de estrogênio. Diminuição na produção de testosterona pode ocorrer quando há problemas congênitos ou adquiridos nos testículos. Doenças no hipotálamo ou pituitárias também podem resultar em pouca testosterona. Abuso de esteróides anabolizantes tem efeitos similares.

Tratamento da ginecomastia
O tratamento da causa por trás da ginecomastia pode ocasionar melhoras na condição. Pacientes devem conversar com o médico sobre revisar toda a medicação que possa estar causando a ginecomastia. Atenção endocrinológica pode ajudar durante os primeiros 2-3 anos. Porém, depois desse período, o tecido da mama tende a permanecer e endurecer, tornando cirurgia a única opção para eliminação da ginecomastia.

Desenvolvimento Digital Net